segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

TONHITA II


A pioneira

Antônia Auta (foto) foi a primeira mulher em Upanema a ocupar o cargo de vereadora. Seu primeiro mandato foi de 1963 a 1967. Ela era a única mulher no assento da Câmara.

Noutras legislaturas já tivemos mais de uma, como é o caso da atual: Adelcina Barbosa e Shirley Costa.

Nas legislaturas seguintes (1967-1971 e 1971-1973) Dona Tonhita ainda continuou como a única mulher na Câmara.

Somente de 1973-1977 é que apareceu uma companheira - Dona Ednar, eleita pelo antigo MDB.

De 1977 a 1983, duas mulheres continuaram na Câmara: Francisca Carlos de Carvalho - que representava o grupo de Antônio de Elizeu, e Lindalva de Oliveira e Silva (Lindalva de Canquim), que ficou na vaga cedida por Dona Tonhita.

De 1983 a 1988, três mulheres ocuparam o cargo: Francisca Carlos de Carvalho, Maria da Paz Fernandes (Da paz de Nelson da Farmácia) e Maria Edinar.

A legislatura de 1989 a 1992 teve uma baixa, mas manteve o número anterior: Maria Ednar e Maria José.

A décima legislatura foi toda masculina.

Maria Ednar e Maria José voltam na décima primeira legislatura.

Rita Tavares será a companheira de Maria José na décima segunda legislatura.

De 2004 a 2008, duas mulheres mantém o número: Maria José e Adelcina Barbosa.

OBSERVAÇÕES:

1 - Este blog prioriza as imagens, mas abri uma exceção, nesse momento para fazer um histórico das mulheres com assento na Câmara e especialmente sobre a pioneira.

2- Parte das informações acima foram colhidas do livro Upanema: A história dos três poderes (De distrito a cidade) - autoria de Inêz Tavares de Mendonça e José Wilson Tavares Bezerra.

sábado, 25 de dezembro de 2010

TONHITA

Dona Tonhita de Venceslau foi professora e até diretora de algumas escolas aqui no município de Upanema, como a escola Néo Bezerra, que depois se transformou no Calazans Freire e Alfredo Simonetti.

Foi vereadora por quatro mandatos.
Foi a primeira mulher a possuir mandato eletivo no nosso município.
Não perdeu nenhuma eleição.
Só concorreu para vereadora.
Passou o bastão para Lindalva Oliveira que, mesmo eleita, não pôde assumir por incompatibilidade de ordem legal com o trabalho do seu esposo Canquinho, que era do FUNRURAL.
O mandato foi assumido pelo então 1º suplente Agustinho Pinto.

Nome completo: Antônia Auta Bezerra de Mendonça.

Texto com informações de seu filho, o agrônomo e ex-vereador Luiz Jairo.


quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

BREVEMENTE NESTE BLOG

Brevemente neste blog, contarei a história de Dona Tonhita de Venceslau Mendonça. Ela exerceu cargo na política local. Aguardem!

NOVOS DIRETORES DAS ESCOLAS ESTADUAIS

Dorivan Targino, diretor do Alfredo Simonetti, ladeado dos apresentadores Edgar Lopes e Inácio Araújo